PARA CADA BICICLETA, UM CARRO A MENOS NA RUA

Reproduzo abaixo a reportagem feita pelo jornalista da RIC TV, Luiz Andrioli, e postado originalmente no seu blog.

Parabéns ao Luiz e a equipe da RIV TV pelo apoio e iniciativa ao movimento Bicicletada.

PARA CADA BICICLETA, UM CARRO A MENOS NA RUA

Gosto da idéia de marcar uma posição pacificamente, tal como faz esta turma da Bicicletada, que é um movimento presente em várias cidades no Brasil e no mundo. Há três anos eles estão promovendo manifestações em Curitiba, em passeios sob duas rodas que não contam com líderes. A organização é mínima, apenas um horário e local para se encontrar. E só. O resto simplesmente acontece… E aí, dezenas de ciclistas andam pelas ruas do centro da cidade ocupando o espaço que lhes é de direito. Para quem grita na buzina do carro e diz que a turma de ciclista atrapalha o trânsito, eles dizem “o trânsito somos nós”. E seguem, donos da consciência de que existe algo de muito errado com um sistema que privilegia veículos caros, pesados e poluentes. Noventa e cinco por cento do combustível usado por um carro vão para movimentar o próprio carro. O restinho é o suficiente para deslocar o peso de seu condutor. Ou seja, a Bicicletada vai na contra-mão de um sistema fadado ao desperdício. Pedalando e cantando, eles seguem firmes de sua proposta. Sou ciclista há vários anos, procuro não ter uma dependência tão grande do meu carro. Sempre que posso, como jornalista procuro dar espaço para este tipo discussão. Acho que já é hora de pensarmos mais a sério sobre o espaço que a bicicleta merece ter em nosso trânsito. É pelo bem de nós todos… Vida longa para a Bicicletada! No vídeo abaixo, a reportagem que fizemos para o nosso jornal aqui da RIC TV. Boas pedaladas!


Uma resposta em “PARA CADA BICICLETA, UM CARRO A MENOS NA RUA

  1. Estamos ouvindo o “canto do cisne” da indústria automobilística ocidental, todos estão “passando o chapeu” para os Governos à que integram.
    Vemos bilhões de dólares injetados como morfina em moribundos automotivos.
    Mas ainda não chegamos ao fundo nesse poço do consumo, Pantagruel quer consumir mais!
    O “way of life” N. Americano se espalha para a Asia, China por exemplo, “One man one car”, e as bicicletas…
    Nem é necessário citar nosso patropi, onde o atraso é o motor de nossa história, o carro aquí agora é moda…
    Então seremos os primeiros cristãos a entrar na arena automobilística.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s