Curitibanos, votem na Lei da Mobilidade Sustentada Urbana

Você sabia que você pode fazer leis para melhorar a sua cidade?
Não? Pois é, você pode.
Isto está previsto na Constituição Federal 1988, mas a sociedade
não foi educada para exercer a iniciativa popular.

Curitibanos, votem na Lei da Mobilidade Sustentada Urbana (institui a bicicleta como modal de transporte regular). 

O novo site agora possui certificação eletrônica, você pode votar tranquilamente: http://www.votolivre.org/

Vamos fazer de Curitiba um exemplo de cidadania.

Divulguem a todos.

Força.

Paz, amor e bicicleta.

 

 

 

Anúncios

A BiciMoça

Por OSCAR | Publicado originalmente em 6 de maio de 2010 no blog Bicicleteiros.

Olha a Moça de Bicicleta

É um conjunto de tanta beleza

Ela Presente é a Natureza

Ela é quem me completa.

Ela passa e nem se dá conta

Dos pensamentos que em minha cabeça ela planta

Eu viajo em seu giro ligeiro

Os meus olhos são seus passageiros

E a fumaça que ela respira

É o ar que o carro consome

E o desrespeito em cada fina

Este é o presente do homem.

Pedala, que o planeta agradece

Pedala e, com teu exemplo, convence

Pois o discurso desta gente motorizada

Diz tanto, mas deixa a Terra ficar desbotada.

Não deixem de dar um pulo até o blog do http://www.bicicleteiros.com.br/ , vale a pena.

Pedalar na contramão

Devido ao grande número de ciclistas que andam na contramão, alegando ser mais seguro, reproduzo aqui um postagem feita no fórum da Bicicletada Curitiba para esclarecer o perigo de se andar na contramão.
Eu particularmente procuro sempre andar na no sentido dos carros, pelo lado direito, quando há cilcovias procuro usá-las, e apesar de proibido e pouco seguro, uso as canaletas do expresso, em último caso uso a calçada, sempre respeitando a todos.

Leia abaixo o artigo postado no fórum:

Ciclista imprudente não tem direito a reparação de danos por atropelamento
Fonte: TJSC (https://secure.jurid.com.br/new/jengine.exe/cpag?p=jornaldetalhejornal&id=84688&id_cliente=44253&c=5)

A 2ª Câmara de Direito Civil confirmou sentença da 2ª Vara da Comarca de Palhoça e negou indenização a José Luiz Mancia, em ação ajuizada contra Nilson Roberto da Costa e Arcelino Antônio Goulart. Ele andava de bicicleta, na contramão, quando foi atropelado por Nilson, que dirigia o carro de Arcelino.

Mancia reforçou, na apelação, os argumentos de que o condutor do carro agiu com imprudência, o que teria provocado o acidente. Adiantou, ainda, que trabalha como pedreiro autônomo e, pelas lesões sofridas, ficou sem desenvolver sua atividade, pelo que requereu indenização por danos morais e emergentes, além de lucros cessantes. O motorista e o dono do carro negaram tais afirmações e apontaram que o ciclista estava na contramão, de forma imprudente.

O relator, desembargador Sergio Izidoro Heil, negou a indenização a Mancia com base na legislação de trânsito, a qual prevê que, nas vias urbanas e ruas rurais de pista dupla, a circulação de bicicleta deve ocorrer nas bordas das vias e no mesmo sentido dos veículos. Depoimentos de testemunhas comprovaram que o motorista dirigia dentro das normas de segurança no trânsito. Já o pedreiro trafegava na contramão e na pista de rolamento.

“O condutor, ao contrário, dirigia de forma defensiva, pois, a fim de evitar o acidente, quase que parou o veículo. Ademais, agiu com presteza, socorrendo a vítima”, concluiu Heil. A votação foi unânime.

 
(Ap. Cív. n. 2007.031391-5)
 
Leia alguns dos comentários postados no fórum:
 
“Quem devia pagar os prejuízos sofridos pelo pedreiro é o governo. É muito fácil afirmar que ele estava em desacordo com o que diz o Código de Trânsito, mas e quem disse que ele sabia disso? Se a pessoa não tem carteira (muitos têm e não sabem da mesma forma) não sabe das normas de circulação. Sempre existiu o senso-comum que ciclista tem que andar na contra-mão. Ai reside a importância da educação de trânsito nas escolas, na mídia e junto à população em geral. Simples campanhas educacionais reduziriam em muito os gastos federais com acidentes e o passivo social que eles deixam.”
 
” O senhor ciclista que me perdoe, mas a justiça acertou. Andar na contramão é imprudência total.”

” Faço o mesmo trajeto para o trabalho todos os dias e garanto que na rua do expresso mais de 90% dos ciclistas pedalam na contra mão, e a maioria sem nenhum tipo de iluminação à noite.

Pra mim andar na contra mão é uma falta de respeito, principalmente com os pedestres. O cara vai olhar para os dois lados numa rápida de mão única?

Obviamente que em poucos casos realizo trechos na contra mão, por falta de melhores opções. Procuro andar em baixíssima velocidade e dou sempre a preferência para pedestres e veículos.

Se for atropelado por um veículo, assuma as consequências. Se você está no trânsito, respeite as leis de trânsito. Quanto à rua do expresso, não vou discutir, desrespeito a lei por falta de opção e sei que se me envolver num acidente não tenho direitos. Procuro ser prudente, dando a preferência aos ônibus e andando sempre na mão correta. Um retrovisor é essencial para andar na mão correta, coisa que poucos usam.”

É isso ae. That’s all folks!!

No final das contas…

Muitas vezes as pessoas são egocêntricas,
Ilógicas e insensatas.
Perdoe-as assim mesmo.

Se você é gentil, podem acusá-lo (a)
de egoísta, interesseiro.
Seja gentil assim mesmo.

Se você é uma vencedor(a) terá
Alguns falsos amigos e alguns
Inimigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é bondoso e franco
Poderão enganá-lo.
Seja bondoso e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir,
Alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz,
Poderão sentir inveja,
Seja feliz assim mesmo.

O bem que você faz hoje
Poderão esquecê-lo amanhã.
Faça o bem assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você,
Mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no final das contas
É entre você e Deus.
Nunca foi entre você e os outros.

Madre Teresa de Calcutá

Prá andar de bicicleta, tem que ter moral…

tem que ter moral… este é o mais novo hit de sucesso do Cantor Plá de Curitiba, feito para a trilha sonora do 3º Encontro das Bicicletadas Curitiba & São Paulo, que rolou neste sábado (31/07/2010).

Muita gente bonita, elegante e sincera envolvida no movimento em prol da bike como modalidade de transporte.

Rolou uma energia positiva super massa do começo ao fim, com muito colorido, bikes maneiras, alegria e astral total.

Valeu a pena acordar cedo no sábado, até a próxima pessoal.

Namastê.

Paz, amor e bicicleta.

Confira abaixo nas fotos alguns dos melhores momentos:

Várias mensagens em defesa do uso da bike.

Bike: Temkitê moral.

Os ciclistas urbanos. Na foto: Luis Patrício, André Pasqualini e André Luiz Almeida (eu mesmo).

Várias bikes maneiras na Bicicletada. (depois eu fiquei me perguntando como esse cara sobe nessa magrela)

Datalhes super bacanas nas bicicletas.

Vários fotógrafos fazendo o registro do encontro.

Galera bonita e alegra pedalando nas ruas.

Epa! Quem é esse gordinho simpático? Não, não é o Jô Soares, é o ex prefeito Rafael Greca.

Parada no sinaleiro.

Sinal verde novamente.

Eheh, fantasia legal.

Olha o passarinho.

Love, fixas e tatoo.

Eu vejo flores em vocês.

O cantor Plá mandando ver nos hits da Bicicletada.

A galera reunida no final, no Museu do Olho, em uma sessão de fotos.

É isso ae galera, agora vejam todas as fotos tiradas no meu álbum de fotos, são mais de 100 registros fotogáficos desta Bicicletada. Acesse http://goo.gl/photos/w87Z

That’s all folks!! Até a próxima.