Protesto – Ciclofaixa de Lazer em Curitiba

Vejam o vídeo de protesto à ciclofaixa de lazer em Curitiba.

Complementarmente, leiam também a matéria da Gazeta do Povo qual retirei o vídeo.
http://www.gazetadopovo.com.br/blog/irevirdebike/conteudo.phtml?tl=1&id=1184085&tit=A-Sociedade-Civil-sobre-duas-rodas

Serenata pro prefeito de Curitiba.

Hahaha, muito boa essa, galera da bicicletada sempre inovando, tão de parabéns. Pra andar de bicicleta, tem que ter moral, tem que ter moral…

Prá andar de bicicleta, tem que ter moral…

tem que ter moral… este é o mais novo hit de sucesso do Cantor Plá de Curitiba, feito para a trilha sonora do 3º Encontro das Bicicletadas Curitiba & São Paulo, que rolou neste sábado (31/07/2010).

Muita gente bonita, elegante e sincera envolvida no movimento em prol da bike como modalidade de transporte.

Rolou uma energia positiva super massa do começo ao fim, com muito colorido, bikes maneiras, alegria e astral total.

Valeu a pena acordar cedo no sábado, até a próxima pessoal.

Namastê.

Paz, amor e bicicleta.

Confira abaixo nas fotos alguns dos melhores momentos:

Várias mensagens em defesa do uso da bike.

Bike: Temkitê moral.

Os ciclistas urbanos. Na foto: Luis Patrício, André Pasqualini e André Luiz Almeida (eu mesmo).

Várias bikes maneiras na Bicicletada. (depois eu fiquei me perguntando como esse cara sobe nessa magrela)

Datalhes super bacanas nas bicicletas.

Vários fotógrafos fazendo o registro do encontro.

Galera bonita e alegra pedalando nas ruas.

Epa! Quem é esse gordinho simpático? Não, não é o Jô Soares, é o ex prefeito Rafael Greca.

Parada no sinaleiro.

Sinal verde novamente.

Eheh, fantasia legal.

Olha o passarinho.

Love, fixas e tatoo.

Eu vejo flores em vocês.

O cantor Plá mandando ver nos hits da Bicicletada.

A galera reunida no final, no Museu do Olho, em uma sessão de fotos.

É isso ae galera, agora vejam todas as fotos tiradas no meu álbum de fotos, são mais de 100 registros fotogáficos desta Bicicletada. Acesse http://goo.gl/photos/w87Z

That’s all folks!! Até a próxima.

III Encontro das Bicicletadas em Curitiba

Ae galera, tenho frequentado pouco as Bicicletadas, mas tou sempre pedalando e defendendo o uso da bike. Também faz tempo que não coloco novas postagens por aqui, mas dessa vez não tem como não deixar de ao menos divulgar a próxima Bicicletada, que reunirá a galera de Curitiba com a de São Paulo, virão inclusive o André Pasqualine e a Renata Falzoni, entre outros ilustres cicloativistas. Pessoal, vamos divulgar ao máximo, convidem os amigos, parentes, colegas, para participar desse encontro. Vai ser agora dia 31 de julho, sábado no mesmo local de encontro (Reitoria UFPR) às 10hs, procurem chegar antes para interagir legal com todos os participantes. Positive vibrations. Paz, amor e bicicleta. Namastê.

Por uma cidade mais humana e menos poluída.

“Bicicletada” em homenagem à mulher morta na Paulista reúne 200 ciclistas

Cerca de 200 pessoas participaram na noite desta sexta-feira de uma “bicicletada” em homenagem à ciclista Márcia Regina de Andrade Prado, que morreu atropelada na última quarta (14) na avenida Paulista.

O grupo seguiu de bicicleta pela avenida Paulista, no sentido Paraíso, na faixa da esquerda, até o ponto onde Márcia foi morta, na esquina com a alameda Campinas. A maioria dos ciclistas, no entanto, preferiu seguir a pé arrastando suas bicicletas.

Leia a matéria completa na Folha:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u491107.shtml

Grupos divulgam uso da ‘magrela’

Matéria publicada na Folha de Londrina em 11/12, junto com esta outra (Projetos incentivam uso da bicicleta http://www.bonde.com.br/folha/folhad.php?id=5489&dt=20081211), sobre alguns projetos obscuros da Câmara dos Vereadores. Achei que viria com mais erros.

Grupos divulgam uso da ‘magrela’ http://www.bonde.com.br/folha/folhad.php?id=5445&dt=20081211

Curitiba – Vários grupos em Curitiba têm organizado eventos para incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte. Eles contam com a ajuda de ambientalistas que vêem no modelo uma oportunidade para a redução da emissão de gás carbônico produzido pelos automóveis. Aos poucos, esses movimentos também servem de pressão para que os agentes políticos prestem mais atenção ao assunto.

Um desses movimentos é a “Bicicletada”, inspirado no movimento internacional Massa Crítica. O professor universitário Leandro Kruscielski, participante da Bicicletada, explica que esse é um movimento sem líderes, denominado “coincidência organizada”. O objetivo dos participantes, em média 100 por encontro, é que a bicicleta ocupe seu espaço de direito nas vias. Outro aspecto que o movimento procura enfatizar é o uso dos espaços públicos como um local de convivência e de respeito entre os cidadãos. “A gente pedala juntos e procura compartilhar o tráfego não ocupando todo o espaço da rua”, disse.

De acordo com o participante da bicicletada, o evento é uma espécie de celebração que pretende a conscientização da população e educação no trânsito. Ele afirma que os projetos em discussão na Câmara são vistos com bons olhos pelos ciclistas do movimento, mas devem vir acompanhados de outras ações. A principal crítica que faz ao sistema de ciclovias da cidade é a chamada “ciclovia compartilhada”. “Na verdade é uma calçada que a Prefeitura chama de ciclovia. Isso não dá certo porque o ciclista não consegue desenvolver uma boa velocidade sem colocar em risco os pedestres e precisa esperar em cada cruzamento para atravessar as ruas”, afirmou.

O modelo defendido é o de ciclofaixa, ou seja, uma faixa de trânsito pintada na própria rua, que seria um espaço preferencial para o ciclista. “Dessa forma fica visível ao motorista que aquele espaço também é do ciclista e que ele precisa ser respeitado”, diz.

Para Luiz Patrício, membro do Grupo Transporte Humano, uma organização que está se constituindo formalmente e tem como objetivo principal promover a mobilidade sustentável em Curitiba, tanto os estacionamentos para bicicletas quanto o projeto de aluguel dos equipamentos são extremamente interessantes mas não podem vir sozinhos. Para ele, segurança e integração com outros modais como o sistema de transporte coletivo é essencial. “Se não houver segurança para o ciclista, o projeto está fadado ao fracasso”, completou. (K.L.M.)

In Amsterdam.

In Amsterdam.

Postado originalmente no fórum da Bicicletada Curitiba,por Leandro Kruscielski.

Dia Mundial Sem Carro – vídeo de André Garcia

Um pouquinho atrasado, mas ta valendo, esse eh o video do Dia Mundial Sem Carro 2008, produzido pelo meu xará, André Garcia, cicloativista sangue bom.
Parabéns xará, ficou maneiro o vídeo.

Parte 1

Parte 2