Big Brother Brasil

Participe, não custa nada e você vai estar fazendo um bem a sociedade: http://naofoiacidente.org/blog/assine-a-peticao

Anúncios

AÇÃO GLOBAL: O Brasil todo por uma única causa – Movimento Não Foi Acidente

AÇÃO GLOBAL: O Brasil todo por uma única causa – Movimento Não Foi Acidente

by  • 25 de setembro de 2012

OBJETIVO: Coleta de assinaturas para a nossa Petição Pública nos dias de eleição.

DATA:  A campanha será realizada no dia 7/10 e, caso haja 2º turno, também no dia 28/10/2012.

JUSTIFICATIVA: Nos dias de eleições, as pessoas obrigatoriamente portam o título de eleitor. Desta forma, poderemos colher assinaturas para o nosso Projeto, próximo aos locais de votação (escolas).

ORIENTAÇÕES:

  • As pessoas poderão levar Ipads, Iphone, notebooks conectados à internet ou colher assinaturas em papel, imprimindo-as neste link:  http://bit.ly/NFA_Peticao_Imprimir;
  • Sugerimos que a ação seja feita em pequenos grupos, com pessoas uniformizadas com camisetas , com pranchetas e canetas em mãos.

IMPORTANTE:

Em momento algum, qualquer pessoa que, estiver pelo Movimento NFA poderá fazer propaganda para candidatos, seja com “santinho”, bottom, camiseta, adesivo etc. porque além de caracterizar crime eleitoral, o nosso movimento é 100% apartidário, ou seja, não queremos atrelar nossa imagem a nenhum candidato ou partido político.

Ciclistas se Arriscam em SP – Fantástico 19/06/2011

Reportagem exibida no Fantástico, provavelmente devido à morte por atropelamento do empresário e ciclista Antonio Bertolucci, presidente do Conselho de Administração do Grupo Lorenzetti, que usava a bicicleta como meio de transporte.

Naum é fácil querer ser ecologicamente correto, cooperar com o trânsito ajudando assim a diminuir o congestionamento e a poluição causada pelos carros usando a bicicleta como meio de transporte, se vivemos em um trânsito selvagem e sem respeito aos ciclistas e pedestres.

Infelizmente ainda vivemos num país de terceiro mundo, onde a maioria da população não possui consciência nem educação no trânsito.

É preciso mudar urgente este cenário, através de mais educação, mais investimentos em infraestrutura, mais incentivos do governo e mais conscientização.

PAZ NO TRÂNSITO.

Vejam a reportagem a seguir:

Cenas do cotidiano 1

E a educação no trânsito, onde fica?
Vamos ficar na calçada para não ocupar o espaço dos carros.

- Vamos ficar na calçada para não ocupar o espaço dos carros.

imagem001

Sim, esses carros estavam PARADOS em cima da faixa de pedestres, aguardando os carros da frente andarem. Custa deixar um espaço para os pedestres né? Quem quiser que passe por cima oras bolas.

CUIDADO, LIGEIRINHO!!

Quero deixar aqui meu repúdio à certas atitudes de alguns motoristas de ônibus, principalmente os de ligeirinhos. Lamentavelmente no dia 06/10/2008 às 17:08hs, ao voltar do trabalho tranquilamente de bicicleta, fui vítima de um quase atropelamento, seguido de agressão verbal e uma tentativa de agressão física com o veículo de placa AOE4070, ônibus número 18L43 da empresa S. Antonio, linha Colombo/CIC.

Placa do ônibus dirigido pelo motorista psicopata.

Motorista psicopata à solta!!

Eu estava na rua do Shopping Muller, a rua paralela a  Avenida Cândido de Abreu, andando tranquilamente pela direita na mão dos carros, ao passar pelos motoristas dos caminhões de mudança que ficam ali estacionados, ouço alguns deles gritarem “cuidado o ônibus atrás”, ao olhar para trás, vi um ônibus vindo a toda velocidade, na dúvida e com medo que me atropelasse resolvi jogar a bike ainda mais pro canto, nisso ele passou raspando sem ao menos diminuir a velocidade, parando logo adiante no sinal vermelho. Passei por ele e bati no vidro da porta fazendo gesto de indignação com a mão esquerda e continuei andando, parando um pouco mais adiante. Nisso o motorista do ônibus abriu a porta e me chamou, fui até ele e falei que ele quase havia me derrubado, ele retrucou já gritando “dava pra passar um caminhão”, eu falei “ce ta louco cara, quer me atropelar seu irresponsavel”, ele me xingou e tudo o mais, e ficamos ali naquela troca de elogios, o sujeito já visivelmente alterado resolve virar o volante, acelerar um pouco e vir pra cima de mim, fiquei apavorado e começei a me arrastar com a bike para a  calçada, enquanto isso, os pedestres que estavam passando por ali e vendo aquela cena,  perplexos começaram a comentar “nossa esse motorista ta louco”, “olha quer matar o rapaz”. Ao alcançar a calçada são e salvo, anotei a placa do ônibus. Ae ele foi embora, e eu fui atrás, no próximo ponto que ele parou, eu ainda tremendo um pouco de nervoso, tirei o celular do bolso e consegui tirar uma foto. Ele partiu, e eu continuei indo atrás, com cautela. Mais adiante no próximo sinal fechado, passei ao lado dele por entre os carros e lhe disse que o lugar dele era na cadeia, ele me xingou de babaca e foi embora.

Foi uma situação estressante, é lamentável ver a que ponto chega a barbárie no trânsito. As empresas de ônibus deveriam dar um treinamento melhor a esses “profissionais”, juntamente com um acompanhamento psicológico, é inadmissível os abusos e as infrações cometidas por alguns desses motoristas.

É preciso mudanças urgentes para acabar com esse tipo de violência no trânsito, chega de impunidade e atrocidades.

Mais paz e respeito.

A rua é de todos!!