bicicleta, desrespeito no trânsito, trânsito

CUIDADO, LIGEIRINHO!!

Quero deixar aqui meu repúdio à certas atitudes de alguns motoristas de ônibus, principalmente os de ligeirinhos. Lamentavelmente no dia 06/10/2008 às 17:08hs, ao voltar do trabalho tranquilamente de bicicleta, fui vítima de um quase atropelamento, seguido de agressão verbal e uma tentativa de agressão física com o veículo de placa AOE4070, ônibus número 18L43 da empresa S. Antonio, linha Colombo/CIC.

Placa do ônibus dirigido pelo motorista psicopata.
Motorista psicopata à solta!!

Eu estava na rua do Shopping Muller, a rua paralela a  Avenida Cândido de Abreu, andando tranquilamente pela direita na mão dos carros, ao passar pelos motoristas dos caminhões de mudança que ficam ali estacionados, ouço alguns deles gritarem “cuidado o ônibus atrás”, ao olhar para trás, vi um ônibus vindo a toda velocidade, na dúvida e com medo que me atropelasse resolvi jogar a bike ainda mais pro canto, nisso ele passou raspando sem ao menos diminuir a velocidade, parando logo adiante no sinal vermelho. Passei por ele e bati no vidro da porta fazendo gesto de indignação com a mão esquerda e continuei andando, parando um pouco mais adiante. Nisso o motorista do ônibus abriu a porta e me chamou, fui até ele e falei que ele quase havia me derrubado, ele retrucou já gritando “dava pra passar um caminhão”, eu falei “ce ta louco cara, quer me atropelar seu irresponsavel”, ele me xingou e tudo o mais, e ficamos ali naquela troca de elogios, o sujeito já visivelmente alterado resolve virar o volante, acelerar um pouco e vir pra cima de mim, fiquei apavorado e começei a me arrastar com a bike para a  calçada, enquanto isso, os pedestres que estavam passando por ali e vendo aquela cena,  perplexos começaram a comentar “nossa esse motorista ta louco”, “olha quer matar o rapaz”. Ao alcançar a calçada são e salvo, anotei a placa do ônibus. Ae ele foi embora, e eu fui atrás, no próximo ponto que ele parou, eu ainda tremendo um pouco de nervoso, tirei o celular do bolso e consegui tirar uma foto. Ele partiu, e eu continuei indo atrás, com cautela. Mais adiante no próximo sinal fechado, passei ao lado dele por entre os carros e lhe disse que o lugar dele era na cadeia, ele me xingou de babaca e foi embora.

Foi uma situação estressante, é lamentável ver a que ponto chega a barbárie no trânsito. As empresas de ônibus deveriam dar um treinamento melhor a esses “profissionais”, juntamente com um acompanhamento psicológico, é inadmissível os abusos e as infrações cometidas por alguns desses motoristas.

É preciso mudanças urgentes para acabar com esse tipo de violência no trânsito, chega de impunidade e atrocidades.

Mais paz e respeito.

A rua é de todos!!

Anúncios
ativismo, cicloativismo, critical mass, vídeos

NY afasta policial após vídeo de agressão no YouTube

da Folha Online

Um policial de Nova York foi afastado temporariamente da corporação depois que um vídeo publicado no YouTube o mostrou empurrando fortemente um ciclista durante passeios de bicicletas na cidade, na última sexta-feira (25). O ato foi registrado por um turista, postado no site no domingo (27) e teve ao menos 398 mil acessos.

O filme mostra dois ciclistas participando da Critical Mass Ride, na Times Square, quando um deles, identificado como Christopher Long, 29, parece querer desviar de um guarda, mas é empurrado violentamente e cai sobre a calçada.

Segundo o jornal “The New York Times”, o policial Patrick Pogan afirma que ciclista estava indo em sua direção, mas o vídeo não mostra isso.

Por causa da ação, Pogan está sob investigação interna na polícia e pode ser expulso. Já o ciclista foi preso sob acusação de bloquear o trânsito, resistência à prisão e conduta irregular.

A Critical Mass é uma passeio de bicicletas realizado na última sexta-feira de cada mês em várias cidades do mundo. O evento, que começou em San Francisco em 1992, tem o objetivo de protestar contra o uso excessivo de automóveis.

A corrida tem sido motivo de tensão com a polícia desde 2004, após a convenção do Partido Republicano, quando cerca de 250 participantes foram presos sob acusação de não ter permissão para realizar o evento.

Fonte do artigo: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u427480.shtml