bicicleta, cicloativismo, imagens, mobilidade urbana, sustentabilidade

Benefícios da Bicicleta

Anúncios
bicicleta, dia mundial sem carro, mobilidade urbana, notícias, trânsito

Com bicicletas

Reproduzo aqui no blog o editorial de hoje da Gazeta do Povo:

Com bicicletas

Diante dos cada vez mais frequentes congestionamentos e acidentes de trânsito na capital paranaense, nada mais elogiável do que a luta dos que buscam meios de transportes alternativos para diminuir os problemas urbanos de Curi­­tiba. Este é o objetivo de um grupo de jovens que está à frente do movimento Arte Bicicleta Mobilidade, que elegeu o mês de setembro, com programa de várias manifestações públicas, para incentivar e cobrar do poder público o uso de meios de transportes não poluentes. O ato principal está marcado para o dia 22, Dia Mundial Sem Carro, quando se pretende realizar a “Marcha das Mil Bikes”. De modo geral, os motoristas e pedestres não respeitam os ciclistas e não há ciclovias ou ciclofaixas em toda a cidade. Para suprir essas deficiências, a prefeitura elaborou um Plano Diretor Cicloviário que está em fase final de elaboração. É um avanço. O uso seguro de bicicletas só será possível, no entanto, com uma mudança de cultura no uso racional dos transportes no meio urbano. Que este setembro das bicicletas ajude a tornar mais próximo o sonho.

Link para o editorial: http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/opiniao/conteudo.phtml?tl=1&id=920849&tit=Com-bicicletas

Uncategorized

Curitiba e as Bicicletas

Gostei de ver os comentários enviados na coluna do leitor da Gazeta do Povo, referente a matéria publicada (ver post abaixo). Legal ver que as pessoas estão se conscientizando e tendo interesse em usar a bicicleta, esse magnífico meio de transporte sustentável, saudável, não-poluente, econômico, e prazeroso.

Quem sabe num futuro próximo, com uma infra-estrutura adequada, Curitiba não volte a ser modelo para outras cidades do país, incentivando o uso da bicicleta, e com isso, tornando a cidade ainda mais bela e charmosa, com cilcistas pedalando elegantemente e com alegria, convivendo com os automóveis de uma forma pacífica e harmoniosa, assim como em algumas cidades européias.

Segue abaixo alguns comentários publicados no jornal:

Bicicleta 1

Creio que não é possível utilizar a bicicleta em todos os lugares da nossa cidade devido à violência (Gazeta, 13/11). Sabemos de vários casos de pessoas que foram assaltadas nas ciclovias, pois falta policiamento. A população só poderá passar a utilizar a bicicleta como meio de transporte para o trabalho quando se sentir segura para isso.

Wandique da Silva, por e-mail

Bicicleta 2

Em referência a matéria sobre a bicicleta como meio de transporte (Gazeta, 13/11), apresento uma sugestão para a implantação de “ciclofaixas” (faixas de uso exclusivo para bicicletas): as vias de tráfego lento, que margeiam as canaletas do expresso, são largas demais para a circulação de um automóvel só, e estreitas demais para a circulação de dois automóveis lado a lado. Portanto, uma maravilhosa ciclofaixa já está construída, com dezenas de quilômetros, cortando a cidade em diversas direções. Basta apenas a pintura no pavimento e a devida sinalização. E, se implantada no lado esquerdo (considerando o sentido do tráfego), há muito menos cruzamentos e, conseqüentemente, mais segurança. A implantação seria muito mais fácil e muitíssimo menos onerosa do que reformar o canteiro central da Av. Visconde de Guarapuava. Acredito que já temos a maior estrutura de ciclofaixas do Brasil (avenidas Sete de Setembro, República Argentina, Erasto Gaertner, Paraná, Marechal Floriano; ruas Padre Anchieta, Deputado Heitor de Alencar Furtado). Gostaria de discutir o assunto com os técnicos do município.

Jefferson Rizental Gomes, empresário, por e-mail

Bicicleta 3

Tento fazer todas as minhas atividades diárias de bicicleta, mas sou novata no assunto. No mês passado eu e mais uma amiga compramos nossa “magrelas” e desde então estamos nos adaptando, para que num futuro bem próximo possamos mudar na nossa garagem o carro pela bicicleta. Estamos conhecendo uma nova Curitiba. No sábado passado, estivemos andando pela ciclovia da Cidade Industrial, lugar que antes que só conhecíamos da janela do carro. Mas o que precisamos é que essas ciclovias sejam mais adequadas. Cumprimento a repórter Pollianna Milan pela matéria publicada de 13/11.

Christianne L. Salomon, por e-mail

Uncategorized

Bicicleta como meio de transporte, dia 5: um balanço

Matéria especial no Blog do UOL.

A idéia

Na semana em que é comemorado o Dia Mundial Sem Carro (22 de setembro), uma equipe de jornalistas do UOL que costuma usar carro diariamente abrirá mão de seus veículos para observar e comparar as vantagens e desvantagens de viver no dia-a-dia usando transporte coletivo, bicicleta ou outros meios alternativos para se locomover. Diariamente, até sexta-feira, as impressões dos cinco jornalistas serão publicadas neste blog.

http://especialtransito.blog.uol.com.br/