artigos, ativismo, cicloativismo, mobilidade urbana, notícias

Prefeitura usa twitter para mobilização do Dia Sem Carro

Notícia legal, bela iniciativa. Leia o artigo completo no site da Prefeitura de Curitiba, clique aqui.

Anúncios
ativismo, bicicleta, bicicletada curitiba, cicloativismo, mobilidade urbana, passeios

Bicicletada da Paz – dia 14.06.2009, das 09h00 às 12h00

pedalada

Celebração da Chama da Paz em Curitiba

Dia 14.06.09 – das 09h00 às 12h00
Evento gratuito e aberto ao público
Começa com a “Bicicletada da Paz”
Saída do Govardhana Yogashala às 09h00
Rua Augusto Stresser, 207 Alto da Glória até a AYPAR Assossiação de Yoga do Paraná
Rua João Skalki, 61 Jardim Botânico

Atividades:
Teatro com contação de estórias, o Ovo Mágico, atividades para pais e filhos, boneca e mosaico, dança circular e indiana, música, meditação ativa e muito mais…

Participe, convide seus amigos, vizinhos, colegas de trabalho e traga sua família.
Vista roupa branca e traga tambores e chocalhos, instrumentos musicais, sua arte, seu bom humor e sua paz.

MANIFESTE SUA PAZ!

www.unipaz.pro.br

www.festivalmundialdapaz.org.br

arte, ativismo, bicicletada curitiba, cicloativismo

Bicicletada e a Marcha dos Guerreiros da Paz

É isso ae pessoal, no dia da Bicicletada Curitiba, sábado agora (28/03/2009), haverá a Marcha dos Guerreiros da Paz, que sairá às 11:00hs da Pça Santos Andrade até a Pça Osório.

A Bicicletada Curitiba, como de costume, sairá do pátio da Reitoria UFPR às 10:00hs, podendo, de repente, no final ir até a Pça Osório para todos se reunirem ao evento da marcha.

* mas convenhamos, o pessoal da marcha poderia ter organizado isso pra outro dia, que não tenha bicicletada não é mesmo?

marchaguerreeirosdapaz1

artigos, ativismo, literatura

Provokatie

Provos, palavra vinda do termo “provokatie”, ou traduzindo, provocação. Trata-se do movimento ocorrido em início de 1962 em Amsterdam, na Holanda, e graças a estes protestos, Amsterdam é o que é hoje.

Já havia falado sobre Provos em um post semanas atrás, até coloquei um link para o livro “PROVOS – Amsterdam e o nascimento da contracultura”, de Matteo Guaranacia, da Conrad Editora, mas me parece que o livro não está disponível já faz algum tempo. Don’t worry, vasculhei na net, e descobri que uma alma boa escaneou o livro e colocou à disposição na rede, é em formato pdf, e vale a pena baixar, ler e conhecer um pouco mais sobre a história sobre os protestos que mudaram Amsterdam e o mundo. O livro está disponível nos blogs tudismocroned e no parrachia .

Link direto para download do livro, clique aqui.

Leia também o artigo “A rebeldia nasceu na Holanda”, de Joanna Coccarelli, publicado na revista O Grito.

provos - amsterdam
Cartaz PROVOS

“Não podemos convencer as massas, e talvez sequer nos interesse fazer isso. O que podemos esperar deste bando de apáticas, indolentes, tolas baratas? É mais fácil o sol surgir no oeste do que eclodir uma revolução nos Países Baixos (…) O homem médio é um comedor de repolhos, improdutivo, não-criativo, emotivo. Alguém que se diverte fazendo fila nos guichês”

“Provo tem consciência de que no final perderá, mas não pode deixar escapar a ocasião de cumprir ao menos uma qüinquagésima e sincera tentativa de provocar a sociedade”.

provos2
Witte Fietsenplan - 1965(Plano das bicicletas brancas)
Witte Huizenplan - 1966
Witte Huizenplan - 1966 (Plano das residências brancas)
provos_witfiets_plan
PROVOS e o famoso Plano das Bicicletas Brancas.

Veja mais imagens no site Provo Provokes.

ativismo, bicicleta, bicicletada curitiba

Esquentadinho

Ae galera, mais um super blog na área, do nosso colega Fábio da Bicicletada Curitiba, o Blog Esquentadinho já inicia com vários artigos legais, e um super link com diversas fotos da 2ª Bicicletada Curitiba Diurna 2009 , vale a pena conferir e adicionar nos favoritos.

That’s all folk’s!!

ativismo, cicloativismo, literatura

PROVOS

provos

Trecho do livro “PROVOS – Amsterdam e o nascimento da contracultura” – disponível em: http://www.conradeditora.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=84

Saiba um pouco mais sobre o Provos Amsterdam e o plano das bicicletas brancas no Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Provos